A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná publicou levantamento sobre a participação das regiões na composição do Produto Interno Bruto(PIB) no Estado. O Sudoeste, com apenas 37 municípios, tem participação de 6,7% na produção de todas as riquezas paranaenses.

  • Compartilhe no Facebook

O levantamento da Fecomércio leva em conta os dados IBGE, com a microrregião com Coronel Domingos Soares, Clevelândia, Honório Serpa, Mangueirinha e Palmas no Centro Sul paranaense com participação de 3,2% no PIB Estadual. As mais ricas, são as regiões metropolitana de Curitiba(37,7%), Norte Central( 15,3%) e Oeste(14.6%)  A metade do PIB estadual é composto pela movimentação dos setores de Comércio/Serviços. A indústria é responsável por 26% das riquezas.

  • Compartilhe no Facebook

Conforme a Fecomércio,  para 2020  prevalece a manutenção de melhoria no ambiente macroeconômico brasileiro. Cita fatores como a  inflação controlada, queda dos juros,  redução da desocupação, risco-pais em condições de ampliar a captação de investimentos externos; e a  divida externa em setembro de 2019 em US$ 327,4 milhões, menor que o valor das reservas cambiais de US$ 376 bilhões.

Entretanto aponta indicadores que requerem cuidado  como  reduzida utilização da capacidade produtiva da indústria de transformação e sua taxa elevada de ociosidade; as contas externas (exportações, importações, saldo comercial) estão abaixo dos números de 2018. A equipe econômica orienta que a expectativa positiva para o próximo ano está atrelada  aos preceitos constitucionais e manutenção da estabilidade política e institucional.