Mais de 1200 solicitações de seguro-desemprego foram formuladas na Agência do Trabalhador de Palmas, sul do Paraná, no primeiro semestre de 2013. A informação foi prestada por Antonio Plates de Oliveira, Diretor de Indústria e Comércio do município, órgão ao qual a Agência de Emprego está vinculada. Calculou que se todas as solicitações foram aceitas, o volume de recursos gerados pela transferência da renda aos trabalhadores desligados, alcançou os R$ 4,3 milhões de reais.

Conforme informa a Agência do Trabalhador, além das demissões  normais ocasionadas  pelas relações de trabalho,  em que os trabalhadores são desligados por ou sem justa causa, em Palmas a situação se agrava quando do encerramento de atividades sazonais  como a colheita  da batata e maçã, que emprega um volume considerável de trabalhadores a cada safra.

Pelos dados do Cadastro Geral de Emprego e Desemprego(CAGED), o saldo positivo de empregos no município no primeiro semestre é de 246 novos empregos. De janeiro a junho, 2.495 trabalhadores foram demitidos e 2752 contratados. Outro dado revelado é que apenas 8920 estão trabalhando com carteira assinada no município.

Conforme o Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social(Ipardes), a população economicamente ativa no município alcança 19.666 pessoas. Pelos últimos dados oficiais(2011) o  Instituto aponta que há no município 994 estabelecimentos, nas mais diversas atividades econômicas geradoras de trabalho  que ofertam, em média, 9077 vagas de empregos.