A atual safra de soja (2019/2020) no Sudoeste deve ultrapassar a marca de 1 milhão de toneladas. Com 95% das lavouras colhidas, Antoninho Fontanella, técnico agrícola da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (SEAB) núcleo de Francisco Beltrão, afirma que os números superam qualquer expectativa.

Segundo ele, nos 27 municípios que o núcleo atende, foram mais de 270 mil hectares plantados, e mesmo com os problemas climáticos enfrentados durante a formação do grão, as altas tecnologias usadas pelos produtores garantiram bons níveis de produtividade.

A média por alqueire ficou em 175 sacas quando a projeção inicial era de 140 sacas. Antoninho ressalta também, que o preço ofertado pelo produto é bastante satisfatório.”Isso garante uma circulação de recursos muito grande, beneficiando assim, toda região”, afirmou.

Com mais uma safra sendo projetada com as culturas da vez, milho safrinha e feijão, o técnico acredita que as precipitações voltam a normalidade a partir de março, já que desde o plantio, o volume de chuva foi muito abaixo do esperado, o que vinha preocupando os produtores. Ouça: