Os repasses do governo do Paraná para Palmas tiveram um leve aumento nos dez primeiros meses do ano em comparação ao mesmo período de 2019.

Até outubro, os repasses líquidos do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), Fundo de Exportação, Royalties do Petróleo e IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor) totalizaram R$ 21,57 milhões, cerca de 1,65% a mais que o registrado em 2019.

O IPVA foi o imposto que teve o maior aumento, quase 5% mais que no ano passado. Entre janeiro e outubro, os repasses do IPVA para o município somaram pouco mais de R$ 5 milhões.

Uma das principais fontes de recursos do município, o ICMS, somou R$ 20,37 milhões. Desse total, 20% são deduzidos ao FUNDEB (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica). Dessa forma, o repasse líquido do ICMS ficou R$ 16,30 milhões até outubro, valor 0,75% maior que o repassado nos dez primeiros meses de 2019. O Fundo de Exportação sofreu uma leve redução e os Royalties do Petróleo mantiveram os mesmos valores do ano passado.

  • Compartilhe no Facebook