Na manhã desta terça-feira (07) aconteceu o primeiro café ACEFB de 2019, que abordou assuntos variados e contou com o Prefeito, Cléber Fontana, como convidado. O Presidente da ACEFB, Tarsizio Carlos Bonetti, mencionou a importância dos encontros que acontecem todas as terças.

“A reunião ordinária do café ACEFB é importante porque faz com que a gente possa ter ações contínuas e manter contato com a sociedade beltronense semanalmente. A partir de agora, vamos poder todas as terças-feiras expor as ações, pois sem as reuniões a gente acaba se distanciando”.

  • Compartilhe no Facebook

(Foto; Divulgação/Assessoria)

Na ocasião, foi assinado um acordo entre a Sociedade Rural, Associação Empresarial e Administração Municipal para realização da próxima EXPOBEL que acontece em março de 2020.

A menos de um ano para a realização da feira, o comitê gestor já conta com um planejamento, “creio que nessa feira vamos seguir no viés que vinha sendo feito, com uma feira bastante popular, para que todas as pessoas possam ter acesso”. Segundo ele, por se tratar de uma feira de negócios, irão contar com grandes empresas para expor, principalmente do setor agrícola.

Com casa cheia, o Prefeito teve a oportunidade de comentar as ações da administração diante de lideranças e associados, “fizemos uma explanação de alguns números do município, daquilo que vem acontecendo, projetos grandes, médios também achei interessante apresentar um pouquinho para os empresários a estrutura da administração, que muita gente não conhece”.

Cléber destacou os motivos de algumas obras que estavam paralisadas, como a troca de governo e questões pontuais, “vamos ter gradativamente as obras retomadas a partir de agora, algumas de imediato e outras dentro de poucos dias. Temos trabalhado muito para que tenhamos as obras a todo vapor”.

A inauguração da sede própria da ACEFB, aconteceu no último dia 30 de abril, desse modo, as chaves do prédio que estava sendo ocupado pela associação, foram entregues de forma simbólica ao prefeito. O local será sede para a secretaria de desenvolvimento econômico, resultando em uma economia de R$ 150 mil por ano dessa secretaria.

Confira: