O mês de fevereiro foi de queda no preço médio da cesta básica de alimentos, na região sudoeste do Paraná. Em pesquisa realizada pelo Curso de Ciências Econômicas da Unioeste (Universidade Estadual do Oeste do Paraná). A cidade de Francisco Beltrão registrou a maior queda de preço entre três cidades analisadas. A Pesquisa é feita mensalmente em mercados de grande, médio e pequeno porte, de três municípios da região, os quais tem maior expressão econômica.

Se comparado com o mês de janeiro, em Dois Vizinhos foi registrado uma queda de 2,94%, tendo uma cesta no valor médio de R$ 317,72. Na cidade de Pato Branco, redução de 1,78%, sendo a cidade com o preço mais acessivo no mês passado, R$ 311,32. Por outro lado, Francisco Beltrão registrou a maior queda, 3,08% no mesmo período, porém se manteve com a cesta básica mais cara no sudoeste.

Para a Professora e Coordenadora do estudo, Roselaine Navarro, “os produtos que apresentaram reduções importantes e que contribuíram para essa baixa, em especial o feijão, carne e a banana. São três produtos que têm uma participação expressiva no valor cesta, então a queda no valor integral”.

Na contramão, a dona de casa em Francisco Beltrão sentiu no bolso o preço do tomate e da batata, com variação de 18,17% e 40,51% respectivamente. Foram os produtos que mais pesaram no preço da cesta.

Com o segundo mês consecutivo em queda, o valor da cesta de alimentos está em bom patamar para região. Segundo Roselaine, a continuidade da redução de preços depende de muitos fatores, “tudo depende das expectativas, mas também depende dos produtos de maior perecibilidade. A cesta vária substancialmente em função das questões de colheita, clima, porque esses produtos perecíveis eles têm um grande impacto no valor da cesta”.