Dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE, indicam que Francisco Beltrão continua sendo o maior do Sudoeste em número de habitantes, com 92.216 pessoas. Em dez anos, a cidade teve um crescimento de mais de 14 mil moradores, conforme o órgão.

O segundo município do Sudoeste em índice populacional, Pato Branco, conta com 83.843. A cidade também teve um salto neste quesito nesta década. Em 2010, tinha 72.370.

Apesar de ainda não superar Francisco Beltrão no índice populacional, quando o assunto é economia e indicadores de qualidade de vida, Pato Branco toma a dianteira. Nos critérios de salário per capta, PIB (Produto Interno Bruto), Mortalidade Infantil e IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), o município apresenta dados que superam os registrados em Beltrão.

Em Pato Branco, a média salarial é 2,5 salários mínimos; em Francisco Beltrão, 2,4. O PIB per capta, que é a soma de todas as riquezas geradas, é de 44.590,78 reais na cidade pato-branquense, contra 34.693,79 em Beltrão. No IDH, Pato Branco registra 0,782 ponto; já Francisco Beltrão apresenta um índice de 0,774.

Todos esses dados foram colhidos no site do IBGE: cidades.ibge.gov.br.

Índice de participação em repasse de impostos estaduais é maior em Pato Branco 

O IPM (Índice de Participação dos Municípios) em impostos estaduais como ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículo Automotor) também é maior na cidade de Pato Branco.

Em 2020, o total de repasse líquido no acumulado até setembro é de mais de 40 milhões de reais em Francisco Beltrão e mais de 45 milhões de reais em Pato Branco. Os dados são do Portal da Transparência do Governo do Paraná (www.transparencia.pr.gov.br).

Fonte: Assessoria