O município de Palmas, Sul do Paraná, foi responsável por mais de um terço da exportação de madeira compensada pelo Estado em 2016. Segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), das 633,3 mil toneladas do produto exportadas pelo Paraná, 239 mil saíram das madeireiras do município.

Em questão de valores, o percentual de exportações do município também ultrapassa os 37%, uma vez que a exportação estadual de compensados totalizou US$ 303,8 milhões, sendo US$ 113,6 milhões movimentados somente pela produção palmense.

Se Palmas fosse um Estado da Federação, seria o segundo maior exportador de compensados, uma vez que fechou 2016 à frente de Santa Catarina, o segundo na produção nacional, que exportou 227,6 mil toneladas, gerando US$ 110,8 milhões.

Ao todo, a indústria palmense exportou o equivalente a US$ 147,3 milhões, colocando o município com a 11ª maior Balança Comercial do Paraná e a 138ª maior do Brasil em 2016.