A prefeitura de Palmas fechou o primeiro semestre do ano com superávit nas contas públicas. Os resultados constam no Balanço Orçamentário publicado nesta quarta-feira (29) no Diário Oficial do município.

Entre janeiro e junho, o município arrecadou R$ 67,42 milhões através de suas diversas fontes de recursos. As despesas empenhadas nesse período totalizaram R$ 64,05 milhões, gerando o superávit de R$ 3,37 milhões.

Do total arrecadado pelo município, R$ 50,82 milhões – 75% – são oriundos de repasses do governo federal, governo do Estado e instituições públicas. O município contabilizou ainda o recebimento de R$ 5 milhões que representam a segunda parcela de um financiamento realizado junto à Caixa Econômica Federal.

Por meio de impostos, taxas e contribuições de melhoria, como IPTU, ISS, ITBI, Imposto de Renda e outros, Palmas arrecadou R$ 8,81 milhões nos primeiros seis meses do ano.

Entre as despesas empenhadas, R$ 19,08 milhões foram na área da saúde; R$ 19,18 milhões na educação; R$ 10,88 milhões no setor de urbanismo; R$ 2,37 milhões em assistência social; R$ 5,60 milhões na função administração; R$ 283,6 mil em cultura; R$ 141,33 mil em gestão ambiental; R$ 985,6 mil na agricultura; R$ 1 milhão na indústria; R$ 63,9 mil em comércio e serviços; R$ 493,1 mil em transporte; R$ 540,2 mil em esporte e lazer; e R$ 3,09 milhões em encargos especiais.