No mês de maio, o município de Palmas, Sul do Paraná, registrou aumento de 4,3% nas exportações comparado ao mesmo mês de 2018. O resultado, entretanto, ainda foi insuficiente para recuperar as perdas em relação ao ano passado no acumulado dos cinco primeiros meses. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Economia.

No último mês, as vendas ao exterior movimentaram o equivalente a US$ 14,7 milhões. Entre os principais produtos exportados pelo setor industrial palmense, a carne suína apresentou crescimento de 76% comparado a maio do ano passado. A heparina e sais registrou aumento de 23%. Já a madeira compensada apresentou queda de 1,7%.

Na soma dos cinco primeiros meses, as exportações totalizaram US$ 68,86 milhões, cerca de 14,8% menos que o registrado entre janeiro e maio de 2018, quando o montante chegou a US$ 80,84 milhões.

Nesse período, a madeira compensada apresenta queda de 15,6% – de US$ 64,5 milhões para US$ 54,4 milhões. A heparina também sofreu queda de quase 20% em comparação a 2018. Por sua vez, a carne suína contabiliza aumento de 14,5% nos cinco primeiros meses de 2019, chegando a US$ 5,74 milhões em exportações.