Os repasses do governo do Paraná ao município de Palmas tiveram um aumento de 7,94% no primeiro trimestre do ano em relação ao mesmo período de 2019.

O resultado se deve ao acréscimo nas transferências do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), pois as demais fontes – Fundo de Exportação, Royalties do Petróleo e IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor) – sofreram queda nos repasses.

  • Compartilhe no Facebook

Entre janeiro e março deste ano, o Executivo paranaense repassou R$ 6,50 milhões através do ICMS. Desse total, 20% são deduzidos ao Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização aos Profissionais da Educação). Com isso, o repasse líquido foi de R$ 5,20 milhões, 15,82% mais do que o registrado no ano passado.

Por outro lado, o IPVA sofreu uma redução de 1,71%. No 1º trimestre de 2019 foram transferidos para o município R$ 3,59 milhões, enquanto que neste ano foram R$ 3,53 milhões.

Através do Fundo de Exportação, o município recebeu R$ 72,9 mil e dos Royalties do Petróleo cerca mais de R$ 1,1 mil, valores pouco abaixo do contabilizado em 2019.