Pesquisa realizada pela Cacispar (Coordenadoria das Associações Comerciais do Sudoeste) em parceria com a Associação Comercial de Palmas (Acipa), demonstra que, mesmo diante da pandemia, um terço das empresas participantes do levantamento no município, conseguiu aumentar o faturamento nos últimos meses.

A apuração foi realizada no mês de agosto e contou com participação de 143 empresas palmenses. Destas, 51,7% são microempresas, outros 31% são Empresas de Pequeno Porte (EPP), 9,2% médias empresas, 6,9% microempreendedores individuais e 1,1% empresas de grande porte.

  • Compartilhe no Facebook

A maior parte das empresas participantes atuam no setor do comércio (63%). Em seguida estão as empresas da área de serviços, que somam 30%. Indústrias e outros segmentos representam 4% e 3%, respectivamente.

Dos participantes, 28,2% informaram aumento de faturamento entre junho, julho e agosto, em comparação ao mesmo período de 2019. Outros 38,8% apontaram redução de 1% a 30%, enquanto 15,3% pontuaram queda de faturamento de até 60%. Os que sofreram quedas superiores a 60% foram 4,7% dos participantes. Por outro lado, 12,9% dos entrevistados disseram que o faturamento permaneceu no mesmo patamar.

  • Compartilhe no Facebook

Outra informação levantada na pesquisa diz respeito ao quadro de colaboradores, que aponta que 50,6% das empresas palmenses mantiveram seus funcionários, sem alterações. Porém, 36,7% informaram a necessidade de desligamentos. Por outro lado, 12,6% disseram que aumentaram o número de colaboradores. Nesse ponto ainda, 75% dos entrevistados desconsideram a possibilidade de demissões nos próximos 90 dias.