O município de Palmas, Sul do Paraná, fechou o mês de junho com queda de 6,2% nas exportações em comparação ao mês de maio, segundo dados do Ministério da Economia.

No último mês, as vendas ao exterior movimentaram US$ 13,94 milhões. Em maio, as cifras somaram US$ 14,87 milhões.

Do total das exportações de junho, a madeira compensada é responsável por 60,5%, com US$ 8,44 milhões. A carne suína contabilizou US$ 3 milhões, seguida pela heparina e sais, substâncias utilizadas pelo setor farmacêutico, que chegou a US$ 2,19 milhões.

No acumulado do primeiro semestre, as exportações do município atingem US$ 82,95 milhões, valor 14,6% menor que o registrado no mesmo período de 2018, quando as vendas movimentaram US$ 97,17 milhões.

Dos três principais produtos da pauta de exportações da indústria palmense, apenas a carne suína apresentou crescimento em relação ao passado. A heparina e a madeira compensada registraram redução nos primeiros seis meses do ano.

 

  • Compartilhe no Facebook

Infografia: Guilherme Zimermann/RBJ