Foi apresentada nesta segunda-feira (02), na Assembleia Legislativa uma proposta que poderá tornar o município de Cruz Machado, Sul do Paraná, em a “Capital Estadual da Erva Mate Sombreada”. O proponente é o deputado estadual Hussein Bakri (PSD), que defende o reconhecimento simbólico previsto no projeto, para fortalecer a cadeia produtiva da erva-mate na região.

O sombreamento da erva-mate se dá através de outras espécies de arvores já existente na área do cultivo, ou quando acontece a efetuação do plantio de mudas de erva-mate ao meio das demais espécies. A produção de erva-mate sombreada em Cruz Machado, é aproximadamente de 92 mil toneladas por ano, abastecendo mais de 10 indústrias do ramo. O sombreamento garante um sabor diferenciado aos produtos.

Vários dos pontos apresentados pelo Cogemate ao Governador, já estão sendo debatidos pelos órgãos competentes do executivo estadual. A pauta inclui a criação do Arranjo Produtivo Local (APL); de uma zona franca; de leis estaduais de manejo sustentável, que amparem o cultivo do produto em meio à mata nativa; desenvolvimento de pesquisas acadêmicas; marketing institucional em cima do produto; e fomento ao turismo. Além disso, o deputado Huessin Bakri está discutindo com a Secretaria de Estado da Educação a inclusão do chá ou suco de erva mate na merenda escolar.