A movimentação financeira das exportações do setor industrial de Palmas cresceu 10% na soma dos dez primeiros meses do ano em relação ao mesmo período de 2019.

Conforme levantamento do Jornalismo da Rádio Club/RBJ junto ao Ministério da Economia, somente em outubro, as exportações movimentaram US$ 16,5 milhões, valor 28,6% maior que o contabilizado em outubro de 2019. Porém, em comparação ao último mês de setembro, o valor foi 23,3% menor.

No acumulado de janeiro a outubro, as exportações da indústria palmense geraram US$ 142,8 milhões, cerca de 10,2% a mais que os US$ 129,5 milhões exportados nos dez primeiros meses do ano passado.

Até outubro, a madeira compensada representou 74% das exportações, movimentando mais de US$ 105,5 milhões. Os produtos do setor farmacêutico – Heparina e sais – chegaram a pouco mais de US$ 22,1 milhões. As exportações de carne suína somaram US$ 12,6 milhões, enquanto que miudezas de animais geraram US$ 1,4 milhão. Na pauta das exportações do município constam ainda artefatos de alumínio, produtos de papel e conexões hidráulicas.