A microrregião de Palmas contabilizou US$ 184,27 milhões (dólares) em exportações no ano de 2019. O valor é 18,6% menor que o registrado pela região em 2018, conforme dados levantados pelo Setor de Estatísticas do Departamento de Jornalismo da Rádio Club/RBJ junto ao Ministério da Economia.

Entre os cinco municípios que integram a microrregião – Palmas, Clevelândia, Mangueirinha, Honório Serpa e Coronel Domingos Soares – apenas o último apresentou crescimento nas exportações.

  • Compartilhe no Facebook

O líder nas transações comerciais com o exterior, Palmas apresentou queda de 17,8%. O principal produto da indústria palmense, a madeira compensada, vendeu 27% que em 2018. Clevelândia sofreu uma redução de quase 60% nas suas exportações. Em Mangueirinha, a queda ficou na casa dos 15%, enquanto que o município de Honório Serpa não registrou exportações em 2019.

Por outro lado, Coronel Domingos Soares cresceu 15% nas vendas ao exterior, resultado obtido pelo bom desempenho da indústria de molduras e tacos de madeira.

Entre os produtos exportados pela região, a madeira compensada sofreu uma queda de 28,6%. As vendas de milho cresceram 23,4%, assim como as de carne suína, que dobrou no último ano.

  • Compartilhe no Facebook

Os Estados Unidos são os principais parceiros comerciais da microrregião. No último ano, os norte-americanos compraram mais de US$ 62,8 milhões da produção madeireira regional. Em seguida está a Espanha, com US$ 20,3 milhões, principalmente pelas exportações de substâncias voltadas ao setor farmacêutico.

Constam ainda na lista de mercados das exportações da microrregião, Reino Unido, Hong Kong, México, Bélgica, África do Sul, Índia, Austrália, Holanda, Alemanha, Porto Rico, Geórgia, França, Itália, Albânia, Uruguai, Suécia, Dinamarca e outros 50 países de cinco continentes.