Entre 2014 e 2016, o Governo Federal liberou cerca de R$ 71,3 milhões através de convênios assinados com os municípios do Sudoeste do Paraná. No ano de 2013, em levantamento realizado pelo RBJ, o montante chegou a pouco de R$ 31,5 milhões. Para o cálculo, foram contabilizados somente os recursos liberados no período e não os valores totais dos contratos assinados junto à União.

Dois Vizinhos foi o que mais obteve recursos, com R$ 7,7 milhões. Em seguida está Francisco Beltrão com R$ 6,4 milhões e Santo Antônio do Sudoeste com R$ 3,7 milhões. Palmas, 3º municío em população, foi o 11º na liberação de verbas federais, com R$ 2,1 milhões, atrás de municípios como Nova Prata do Iguaçu, Coronel Vivida, São Jorge D’Oeste, entre outros, com populações muito menores. Pato Branco foi apenas o 23º, com R$ 1,2 milhão.

Na outra ponta da tabela, estão os municípios de Cruzeiro do Iguaçu, Enéas Marques, Bom Sucesso do Sul, Pinhal de São Bento e Honório Serpa, que obtiveram recursos inferiores a R$ 500 mil cada entre o período.