O município de Palmas fechou o 2º quadrimestre do ano com acréscimo de 0,85% nas exportações. De janeiro a agosto, a movimentação financeira das vendas ao exterior totalizou US$ 104,77 milhões.

Em agosto, fora US$ 17 milhões em exportações, valor 46,5% maior que o contabilizado em agosto do ano passado. Somente a madeira compensada gerou US$ 14,17 milhões. Substâncias do setor farmacêutico movimentaram mais US$ 1,68 milhão, enquanto a carne suína ficou em US$ 945 mil.

Entre janeiro e agosto, as exportações de compensados movimentaram quase US$ 76 milhões. Em seguida está a heparina e sais, com US$ 15,8 milhões. A carne suína contabilizou US$ 11,2 milhões. As vendas de miúdos de animais ao exterior chegaram a pouco mais de US$ 1 milhão. A indústria palmense exporta ainda produtos de alumínio, artefatos de papel, conexões plásticas, painéis de madeira e outros derivados de origem animal.