A pesquisa de preços da cesta básica realizada mensalmente pelo Grupo de Pesquisa Economia, Agricultura e Desenvolvimento – GPEAD/Unioeste e colaboradores, constatou que das quatro cidades pesquisadas, no Sudoeste do Paraná: Dois Vizinhos, Francisco Beltrão, Pato Branco e Realeza, esta última incluída a partir de outubro de 2019, houve aumento no valor da cesta básica de alimentação, exceto em Realeza. A variação de preços mais expressiva foi em Dois Vizinhos (12,5%), seguido por Francisco Beltrão e Pato Branco o aumento foi de (5,54%) e (1,47%) respectivamente. Em Realeza houve uma redução de (-2,51%).

Em valores nominais a cesta básica ficou em R$ 383,09 em Dois Vizinhos; R$ 364,42 em Francisco Beltrão; R$ 335,35 em Pato Branco e R$ 335,16 em Realeza, isto significa que para as três primeiras cidades houve aumeto no custo da cesta básica respectivamente de R$ 42,57, R$ 19,14 e R$4,87. E uma redução de R$ 8,64 em Realeza, em relação ao mês anterior, outubro.

O cálculo do valor gasto com a alimentação básica para uma família de tamanho médio (02 adultos e duas crianças – considerando que 02 crianças correspondem a 01 adulto) exige a multiplicação do valor monetário da cesta básica individual por 03. Para os três municípios que integram a presente pesquisa, o valor da cesta básica de alimentação familiar, as diferenças de tal valor com relação ao salário mínimo bruto (R$ 998,000 e líquido (R$ 918,16) e ainda, o salário mínimo necessário referente ao mês de novembro.

Na pesquisa, foi constatado aumento no preço da carne bovina de primeira em todas as cidades. Dois Vizinhos apresentou um aumento de 23,02%, enquanto em Francisco Beltrão, Pato Branco e Realeza a alta foi de 15,35%, 7,02% e 13,47% respectivamente. Por fim, o dólar desvalorizado estimulou as exportações. Todos esses fatores encarecem o valor da carne no varejo.

Em entrevista a Rádio Onda Sul FM, o Economista, José Maria Ramos, coordenador da pesquisa e Delegado do Corecon (Conselho Regional de Economia do Paraná), falou sobre esse resultado da pesquisa, no Sudoeste. Confira o áudio na íntegra: