Em entrevista a Rádio Onda Sul FM, na manhã desta terça-feira (08), a Professora Roselaine Navarro Barrinha, coordenadora da pesquisa de preços, realizada mensalmente pelo Grupo de Pesquisa Economia, Agricultura e Desenvolvimento – GPEAD/Unioeste, falou sobre a variação de preços ocorridos na cesta básica de alimentação.

Segundo ela, a pesquisa constatou uma tendência de queda, já que Francisco Beltrão e Pato Branco, pelo segundo mês consecutivo, apresentaram redução no valor da cesta básica de alimentação de (-0,08%) e (-1,24%) respectivamente. Já em Dois Vizinhos, teve em setembro, uma alta de (1,72%).

Em valores nominais a cesta básica ficou em R$ 345,08 em Dois Vizinhos – R$ 5,84 a mais que em agosto; R$ 343,71 em Francisco Beltrão – R$ 0,27 a menos que em agosto; e R$ 322,42 em Pato Branco – R$ 4,04 a menos que em agosto.

O cálculo do valor gasto com a alimentação básica para uma família de tamanho médio (02 adultos e duas crianças – considerando que 02 crianças correspondem a 01 adulto) exige a multiplicação do valor monetário da cesta básica individual por 03.

Em setembro, em pelo menos 02 dos 03 municípios do Sudoeste do Paraná, pesquisados, o movimento dos preços da cesta básica seguiu parcialmente o padrão de comportamento verificado nas principais capitais do país, tanto no caso da variação negativa quanto no caso da variação positiva. A variação negativa ocorreu nos preços do tomate, da batata e do feijão – além do arroz e do leite, de forma particular para a região sudoeste. Os produtos que tiveram elevação de preços no Sudoeste do Paraná foram o óleo e a banana – além do café, do trigo, da margarina e da carne vermelha, de forma particular para a região.

Unioeste-FB – Ciências Econômicas/Grupo de Pesquisa Economia, Agricultura e Desenvolvimento (GPEAD)

Confira o áudio da entrevista na íntegra: