O preço da cesta básica em Palmas, Sul do Paraná, cresceu 22,72% com relação ao ano passado, segundo pesquisa coordenada pelo economista Edmundo Pozes. Para o levantamento, foram calculados os preços de 20 produtos, em três supermercados da cidade. O valor médio dos produtos no mês de julho foi de R$ 103,42. A inflação oficial entre junho de 2015 e junho de 2016 foi de 8,8%, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Comparados a 2013, os preços subiram 39,83%, enquanto que a inflação oficial dos últimos 3 anos, de acordo com o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), foi de 29,03%. “Estamos pagando 10,8% a mais”, apontam os pesquisadores.

Ponto destacado foi o aumento expressivo nos preços de produtos como batata, café, arroz, açúcar, ovos, leite, sabão em pó e creme dental.

Por meio do levantamento, questiona-se o sistema de metas de inflação, uma vez que os preços em Palmas têm crescido acima dos índices levantados pelo Governo Federal. A pesquisa aponta que uma saída é a discussão de um sistema de câmbio fixo, com taxas de juro que regulem o equilíbrio no balanço de pagamentos.