A Caixa Econômica Federal anunciou, nesta segunda-feira (09), que ampliou o prazo para correntistas autorizarem o crédito de até R$ 500 do saque imediato do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), caso queiram receber o dinheiro entre os dias 13 de setembro e 09 de outubro, dependendo do mês do aniversário. Quem tem poupança no banco não precisa autorizar, o crédito é automático.

A Caixa havia determinado que os correntistas deveriam ter autorizado o depósito na conta-corrente até o dia 25 de agosto, para receberem antecipadamente direto na conta.

O novo calendário estabelece três prazos máximos para fazer a autorização, segundo o mês de aniversário:

  • Nascidos em janeiro, fevereiro, março e abril: se autorizaram até 08/09, recebem em 13/09
  • Nascidos em maio, junho, julho e agosto: se autorizarem até 22/09, recebem em 27/9
  • Nascidos em setembro, outubro, novembro e dezembro: se autorizarem até 04/10, recebem em 09/10

O prazo para quem nasceu entre janeiro e abril e não deu a autorização acabou neste domingo (08/09/2019). Assim, quem ainda não autorizou não poderá receber o benefício já na próxima sexta-feira (13/09/2019). O correntista que indicar agora receberá na data seguinte do calendário, ou seja, em 27 de setembro (com os nascidos entre maio e agosto), segundo a Caixa Econômica.

Todos os correntistas que autorizarem o crédito a partir do dia 5 de outubro receberão os valores em até 20 dias, ainda segundo o banco.

No caso do saque imediato, os trabalhadores poderão sacar até R$ 500 em cada conta do fundo de garantia.

Como autorizar o saque?
O correntista da Caixa pode autorizar o crédito pelo internet banking da Caixa, aplicativo do FGTS, site fgts.caixa.gov.br, telefone 0800 724 2019 ou direto na agência.