O Sindicato dos Bancários do Sudoeste realizou no Salão Paroquial Pedro Granzotto uma assembleia com os funcionários sindicalizados, quando decidiram em não aderir à greve nacional. O presidente do sindicato, Valdir Souza de Oliveira disse que a proposta de reajuste proposto pela Federação Nacional do Bancos (Fenaban) é razoável. O valor é de 9%, acima da inflação brasileira. Além disso, os bancos do Brasil e Caixa Econômica Federal se comprometeram em contratar mais 2 mil funcionários, cada um, até 2015.

A partir desta proposta, os bancários aprovaram por unanimidade não paralisar os serviços e continuar o atendimento normalmente. A categoria aceitou que os valores negociados sejam retroativos ao mês de setembro.

Nacional

Em greve desde 30 de setembro, bancários de todo o país realizam assembleias ontem e decidiram pelo fim da paralisação.Segundo a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), a maior parte dos sindicatos já decidiu aceitar proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) e voltar ao trabalho hoje, 7. A mesma atitude foi tomada em Curitiba e região Metropolitana, quando os bancos abriram normalmente nesta terça-feira.