A movimentação financeira das exportações de Palmas, Sul do Paraná, em novembro cresceu 11,92% em relação ao mês outubro, segundo dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. Comparado a novembro de 2015, o crescimento supera 20%.

Conforme o relatório da Balança Comercial, a indústria palmense exportou o equivalente a US$ 13,5 milhões no último mês. No acumulado de 2016, o montante alcança US$ 134,9 milhões (0,88% menos que o registrado em 2015),  subtraindo os valores das importações realizadas pelo setor no período, que totaliza cerca de US$ 1,2 milhão, a Balança Comercial de Palmas tem um superávit de US$ 133,7 milhões.

A indústria madeireira exportou mais de 218 mil toneladas de compensados neste ano, movimentando cerca de US$ 103,6 milhões. No setor farmacêutico, a Heparina gerou mais de US$ 19,6 milhões, enquanto que a indústria frigorífica movimentou US$ 8,6 milhões, sendo esses os três principais produtos do mercado exportador do município. Estados Unidos, Reino Unido, Espanha, Bélgica e Hong Kong são cinco maiores compradores da produção palmense. Atualmente, Palmas tem a 12ª maior Balança Comercial do Estado e a 136ª do Brasil.

Se o mercado seguir as mesmas tendências do final de 2015, Palmas pode fechar o ano com exportações na casa de US$ 153 milhões, pouco mais de 1% maior que o ano passado.