A Associação Brasileira da Indústria de Madeira Processada Mecanicamente(ABIMCI) reuniu na manhã desta quarta-feira (15), no Auditório da ACIPA em Palmas, sul do Paraná, empresas associadas para reunião dos comitês de compensados de Pinus, Tropical e Plastificados. O evento, em conjunto com o Sindicato da Indústria da Madeira(Sindipal), serve para debater e opinar sobre o segmento, mercados interno e externo, custos de produção e política cambial.

Conforme o presidente da entidade, o empresário palmense, José Carlos Januário, também estão na pauta discussões e avaliações do comportamento dos principais mercados importadores e as expectativas sobre a economia norte americana a partir da posse do presidente, Donald Trump, visto que o referido pais é um dos principais compradores da indústria madeireira palmense.

Outra grande preocupação é com a atual política cambial e a econômia brasileira, que dentre outros fatores, por exemplo, registra queda no ritmo da construção civil, afetando diretamente o setor madeireiro local. Ao final do encontro deverá ser realizada uma avaliação pela presidência da entidade