O começo de mandato não está sendo fácil para nenhum prefeito, principalmente aqueles que estão em sua primeira gestão. No pequeno município de Sulina, sudoeste do Paraná, não é diferente. Em seu primeiro mandato, Paulo Horn (PMDB) assumiu uma prefeitura com alto gasto de pessoal, pouco dinheiro em caixa e não teve a oportunidade de fazer a transição de governo.

Paulo Horn / Foto: Arquivo RBJ
  • Compartilhe no Facebook

Paulo Horn / Foto: Arquivo RBJ

Durante entrevista a Rádio Difusora América, Paulo contou que não teve acesso as informações da cidade em 2016,  “estamos tomando conhecimento de como está a situação do município, uma vez que não houve transição. A gente assumiu na semana passada, o que mais encontramos dificuldades é no setor rodoviário, principalmente os equipamentos da agricultura. Estamos fazendo levantamentos, estudos, mas a parte burocrática pesa por causa das licitações”. Das três retroescavadeiras, apenas uma está apta para trabalhar.

Segundo Horn não houve uma abertura do ex-prefeito Almir Maciel Costa, para a troca de informações, “a transição é fundamental para a sequência do serviço público, mas isso não fez parte do ex-prefeito em nos deixar a par da real situação, principalmente dos equipamentos e servidores. A gente assumiu uma administração no escuro”.

No quadro profissional, o gasto com pessoal ultrapassou a casa dos 54 %. Nesta semana o município foi notificado pelo Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) a diminuir a folha de pagamento. Como medida, o novo prefeito nomeou apenas quatro secretários do primeiro escalão, “vamos analisar caso a caso, horas extras, funções gratificadas, comissionados, tanto que não estamos nomeando ninguém”.

Em meio as dificuldades, o município busca novos caminhos, principalmente neste mês, quando no dia 21 comemora aniversário de Emancipação Político administrativo. Uma programação está sendo preparada conforme o orçamento da cidade. “Estamos vendo algumas atividades simples, para não deixar passar em branco. Na noite do dia 20, vai ter um baile gratuito para a população. No dia 21, pela manhã um passeio Ciclístico até o Thermas de Sulina, no período da tarde vamos envolver o grupo de idosos com uma caminha festiva”. Frisa Horn.