O Departamento de Infraestrutura da prefeitura de Palmas, sul do Paraná, posicionou-se na tarde desta segunda-feira (10) sobre o estado da ponte do Abarracamento sobre o Rio Chopim. Conforme manifestação, a impossibilidade de tráfego está na parte de competência do município de Coronel Domingos Soares.

adsfadf
  • Compartilhe no Facebook

Ponte no lado de Cel. Domingos Soares. Foto: Miranda/RBJ

O fato ganhou repercussão na manhã de hoje(10) durante programação da Rádio Club AM e publicação no RBJ de uma denúncia formalizada por um proprietário rural dando conta de que seus filhos e demais crianças que residem na sua fazenda e nas demais próximas, estão há três meses sem poder vir para a escola na cidade pelas condições de risco de desabamento da ponte. Com isso o ônibus escolar não consegue chegar até as comunidades para apanhar os alunos.

adsfasdfaf
  • Compartilhe no Facebook

Ponte no lado de Palmas/PR

Os encarregados pelo Departamento de Viação e Obras Públicas – DVOP, relataram ao RBJ que a parte que pertence ao município de Palmas está totalmente reformada e com amplas condições de tráfego, inclusive de caminhões carregados. Informaram que foram trocadas 15 vigas de sustentação e substituição das pranchas de madeira para passagem.

Segundo os gestores, Kiko e Moacir Scopel, o problema está na parte de competência do município de Coronel Domingos Soares, que realmente encontra-se fora de condições passagem pelo risco que apresenta. Conforme eles, logo após a conclusão de parte que lhes cabia, entraram em contato com o setor competente do vizinho município, que não tomou posição diante da drástica situação.

O prefeito de Coronel Domingos Soares, Valdir Pereira Vaz, informou ao RBJ que nesta terça-feira(11) vence o prazo solicitado pelo Instituto das Águas do Paraná, órgão do governo do Estado, que irá se manifestar o projeto de reforma ou construção de uma nova ponte.

A referida ponte tem mais de 40 anos de existência, sendo inaugurada em 1971 e já não suporta a mais demanda de mobilidade de pessoas e para o transporte da produção entre os dois municípios.