Trinta municípios da região apresentam a mesma economia turística. É o que aponta o novo Mapa Turístico do Brasil, divulgado pelo Ministério do Turismo. Dos 42 apenas 30 foram contemplados no grupo Vales do Iguaçu, e receberam categorização D e E.

Para o agrupamento foram utilizadas categorizações a partir de quatro variáveis de desempenho econômico: número de empregos, de estabelecimentos formais no setor de hospedagem, estimativas de fluxo de turistas domésticos e internacionais.

Fazem parte do referido agrupamento – Vales do Iguaçu – os municípios de Ampére, Barracão, Bom Jesus do Sul, Bom Sucesso do Sul, Capanema, Chopinzinho, Clevelândia, Coronel Domingos Soares, Coronel Vivida, Cruzeiro do Iguaçu, Dois Vizinhos, Francisco Beltrão, Honório Serpa, Itapejara D’Oeste, Mangueirinha, Mariópolis, Nova Prata do Iguaçu, Palmas, Pato Branco, Pérola D’Oeste, Pranchita, Realeza, Renascença, Santo Antônio do Sudoeste, São João, São Jorge D’Oeste, Sulina, Verê, Vitorino.

A categorização, como é chamada, atende à necessidade do MTur de aprimorar os critérios para definir políticas públicas para o setor e criar um instrumento capaz de subsidiar, de forma objetiva, a tomada de decisões de acordo com o tamanho da economia do turismo de cada localidade.

Conforme o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, os agrupamentos oferece elementos para aprimorar a gestão do turismo; ajuda a otimizar a distribuição de recursos e promover o desenvolvimento do setor. A intenção não é hierarquizar os municípios, mas sim agrupá-los de forma que possamos traçar parâmetros para atendimento a diferentes necessidades. Lembrou que o fato de um município ser categorizado em D ou E não significa que ele receberá menos apoio que um município categorizado como A ou B.

A categoria A, representa os municípios com maior fluxo turístico e maior número de empregos e estabelecimentos no setor de hospedagem, tem 51 municípios, incluindo as 27 capitais brasileiras. Incluem-se nesta categoria, por exemplo, municípios como Balneário Camboriú (SC), Foz do Iguaçu (PR), Gramado (RS).

O grupo B tem 167 municípios, o equivalente a 5% das cidades categorizadas pelo Ministério do Turismo. São destinos turísticos de 20 estados, com participação expressiva de localidades das regiões Sudeste, Nordeste e Sul.  Juntos os grupos A e B, representados por 218 municípios, respondem por 68% do fluxo doméstico brasileiro e 97% do internacional. Já o grupo C, com 504 municípios, representa 15% do total avaliado. O maior número de cidades do Mapa do Turismo, 2.623, ou 78% do conjunto avaliado concentram-se nos grupos D e E. A ideia é que, conhecidas as características de cada grupo de municípios, torna-se mais fácil proporcionar apoios adequados a cada um deles.