O réu, Fábio Sergio Sangalli, foi condenado a 19 anos e 3 meses de prisão pelo crime de homicídio pelo Tribunal do Júri da Comarca de Palmas, sul do Paraná, durante sessão de julgamento nesta terça-feira (23). Conforme os autos, o condenado matou sua esposa, Ediomara Sartori,22, com um tiro na cabeça. O crime ocorreu em primeiro de setembro de 2013, na Fazenda Três Capões, no município de Coronel Domingos Soares.

Após mandato de prisão pela Justiça, o então acusado foi detido em 19 de dezembro do ano passado e aguardava julgamento na prisão. Conforme publicado no RBJ na época do fato, a vítima e o amásio haviam ido a uma confraternização familiar. Após o jantar, o casal se dirigiu para o quarto e durante a madrugada os familiares acordaram com o barulho do disparo de arma de fogo. Ao verificar o que havia acontecido, encontraram a jovem caída no interior do quarto, com um ferimento na cabeça.

Com base no Inquérito Policial, o Ministério Público da Comarca, denunciou o acusado por homicídio qualificado com base no Artigo 121, parágrafo 2, incisos II e IV do Código Penal que prevê pena de doze a trinta anos de reclusão. Após o julgamento, o condenado retornou ao sistema carcerário.

A acusação foi feita pelo promotor de Justiça da Comarca, Juliano Marcondes Paganini e a defesa pelo advogado, Jones de Carli. A sentença foi proferida e assinada pelo Juiz, Carlos Gregório Bezerra Guerra, da 40ª Sessão Judiciária de Palmas.