O ex-prefeito de Realeza, Eduardo Gaievski, que está preso acusado de estupro de menores, foi transferido no último sábado (15) para a Penitenciária Industrial de Guarapuava, por ordem da Secretaria Estadual de Justiça.

Os promotores Alfredo Baki e Cristina Corso Ruaro, de Curitiba, pediram que Gaievski fosse removido da Apac de Barracão, no sudoeste, onde estava desde o dia 10 de novembro. O motivo da transferência foi o assédio da imprensa e curiosos, o que gerou problemas para a unidade.

Voluntários que trabalham no local relataram que nos cinco dias em que Gaievski permaneceu na unidade teve bom comportamento e, até mesmo, ajudou nos trabalhos internos.