A presença do extintor de incêndio pode voltar a ser obrigatória em automóveis. Isso porque a Comissão de Viação e Transportes, da Câmara dos Deputados, voltou a debater o assunto, e aprovou o retorno da exigência.

Em 2015, o uso dos extintores ABC nos veículos chegou a ter uma data marcada para começar a valer, mas uma determinação do Conselho Nacional de Trânsito tornou isso opcional.

Na época muita gente foi comprar o equipamento, e teve fila de espera. Hoje ele custa na faixa dos 50 reais. Quando em alta procura chegou a 150.

De acordo com o texto, o extintor é eficiente no combate a pequenos focos de incêndio, e tem um preço baixo, quando comparado ao valor de um veículo.

Agora a proposta segue para ser avaliada pela Comissão de Constituição e Justiça.  Depois vai para votação do Plenário.