Um grande evento em Francisco Beltrão no sábado (19) marcou a comemoração dos 30 anos de atividades de Pastoral da Criança na Diocese de Palmas/Francisco Beltrão. A programação festiva reuniu cerca de 1300 pessoas no Centro de Eventos Marabá.

O evento foi iniciado ás 09 horas com recepção das caravanas, que vieram de todos os municípios da região, e uma celebração religiosa presidida por Geraldo Macagnan, administrador diocesano, com auxílio dos demais padres da região que prestigiaram. Também esteve presente a coordenadora nacional da Pastoral da Criança, Irmão vera Lúcia Altoer, que aproveitou para tecer elogios ao trabalho desenvolvidos pelos mais de mil voluntários da região, onde são atendidas cerca de 12 mil pessoas.

Segundo Vera Lúcia, a comemoração desses 30anos foi, sem dúvida, um momento marcante e bastante significativo para toda a pastoral, pois vem coroar de êxito um trabalho iniciado na década de 80 e que hoje é destaque no Brasil.

O trabalho da Pastoral da Criança no sudoeste do Estado está presente nos 42 municípios. Em todos, além dos voluntários, a igreja católica conta com apoio de entidades e das prefeituras municipais que dão um grande suporte em todas as ações desenvolvidas.

Padre Emerson Detoni, coordenador da Ação Evangelizadora da Diocese de Palmas/Francisco Beltrão, fez questão de enfatizar esse apoio durante o evento comemorativo. Também lembrou a importância que a entidade tem quando se falta em salvar crianças. “Pastoral da Criança nós podemos dizer que é uma mãe com M maiúsculo, pelo fato da assistência e do cuidado que tem com as crianças, por isso é importante comemorar esses 30 anos. Foi Dom Augustinho que abriu as portas e, principalmente nas regiões mais pobres, muitas crianças foram salvas graças a atuação da pastoral”, lembrou.

Atualmente a Pastoral da Criança na diocese tem como coordenadora Izete Beyer Feix, da cidade de Planalto. Foi ela quem trabalhou intensamente com apoio dos demais voluntários para realizar o evento comemorativo. Ao encerrar as atividades no sábado a tarde, Izete fez uma avaliação extremamente positivo, destacando principalmente a participação maciça dos voluntários da região toda. “Foi muito emocionante, foi bastante significativa a presença de todos das paróquias, as nossas líderes bastante animadas, tudo aconteceu dentro do esperado, a presença da Irmã Vera que abrilhantou muito nosso evento, enfim isso tudo nos deixa cada vez mais fortalecidos para continuar ajudando as crianças de nosso Sudoeste”, frisou.

Jéssica Wust vestindo o vestido feito a partir de caixas de leite. Foto; Evandro Artuzi
  • Compartilhe no Facebook

Jéssica Wust vestindo o vestido feito a partir de caixas de leite. Foto; Evandro Artuzi

O evento que teve palestras e orações também mostrou um pouco do que é feito nos municípios pelas voluntárias da Pastoral da Criança. Encerramento das atividades, foi realizado um desfile com roupas e objetos confeccionados a partir de materiais recicláveis. E o grande vencedor foi o trabalho das voluntárias de São Jorge D’ Oeste, que criaram um vestido a partir de caixas de leite.

Foram cortados pequenos corações para montagem do vestido, usado pela enfermeira Jéssica Wust. Logo após a premiação, a profissional destacou o trabalho da pastoral no Sudoeste e também explicou como foi a produção do vestido.

A Pastoral da Criança tem sua sede regional em Francisco Beltrão, na Rua Alagoas, Bairro Alvorada e, de acordo com coordenadora Izete Feix está sempre aberta ao ingresso de novos voluntários. Interessados devem procurar as sedes em cada município. Os contatos podem ser feitos nas secretarias paroquiais que tem todas as informações sobre a atuação em cada cidade do Sudoeste.

Fotos: Evandro Artuzi/RBJ