(Alencar Pereira/Ivan Cezar Fochzato) – O Posto da Polícia Rodoviária Estadual(PRv) em Palmas, Sul do Paraná, registrou, em 2016, oito mortes ocasionadas em acidentes ao longo dos 219 quilômetros de rodovias . Os dados foram divulgados pelo comandante da 6º Companhia, Capitão José Batista dos Santos.

Ao RBJ divulgou que foram atendidos pelo posto local, 69 acidentes que também ocasionaram outros 56 feridos, muitos dos quais acabaram entrando em óbito posteriormente em hospitais e que não entram para a estatística.

Explicou que o Posto de Palmas atende as rodovias PRC 280, desde o Trevo do Horizonte até e o Trevo do Rincão, no entroncamento com a SC 135 na divisa do Paraná Santa Catarina, no município de Abelardo Luz. Outra conexão se estende do Trevo Tia Joana, entroncamento da PRC 280 com a PR 449, em Palmas até o limite entre os municípios de Mangueirinha e Reserva do Iguaçu (PR 459). Do trevo de Mangueirinha (PR 281) ao trevo da BR 373 e a ligação entre Palmas e Coronel Domingos Soares(PR 912) também integram a área de abrangência.

SUDOESTE DO PR

Nas rodovias estaduais sob a responsabilidade da 6ª Cia, com abrangência nos 42 municípios do Sudoeste do Paraná no ano passado foram registrados 859 acidentes, com 834 feridos e 81 mortos. Em 2017, já são 74 acidentes que ocasionaram ferimentos em 99 pessoas e outras cinco mortes.

PARANÁ/BRASIL

No Estado do Paraná em 2016, em toda a malha viária( federal e estadual) foram 1.304 mortes, um óbito a cada 15 acidentes. Em todo o pais foram 6.405 mortes.