A Agência Nacional de Aviação Civil(ANAC) autorizou novamente o Aeroporto de Palmas, sul do Paraná, a operar normalmente, a partir deste mês de agosto. A portaria foi assinada no último dia 10, após fiscalização da estrutura, que estava sem licença de funcionamento há quatro anos.

Através de parceria entre Prefeitura e a iniciativa privada, o conhecido Aeroporto São Sebastião, agora denominado, Dimorvan Carraro, por Lei Municipal, recebeu completa reforma e reestruturação. Foram investidos recursos no recapeamento asfáltico e sinalização em toda a pista de 1.100 de extensão por 23 de largura; terraplanagem às margens e cabeceiras e aterros de segurança.Além disso, toda a área foi cercada para impedir passagem de pessoas e animais sobre a pista, um dos fatores que levou a ANAC a suspender a licença de operação.

Conforme o Superintendente de Infraestrutura Aeroportuária, Fábio Faizi Rabanni, a autorização de funcionamento tem validade para dez anos e a partir de agora o aeroporto local voltará a ser inscrito no cadastro de aeródromos regulares no pais.

Atualmente o aeroporto é utilizado por aeronaves privadas pertencentes a empresários do setor industrial local e por compradores da produção palmense. Além disso, tem servido  para organismos públicos de todas as esferas, bem como, para  transporte de pacientes que vem para a Unidade de Terapia Intensiva do hospital local ou para deslocamento para outros centros médicos, em situações de emergência. O aeroporto local na década de 60 chegou a operar com vôos comerciais regulares.