Com o plenário lotado, na sessão de segunda-feira (09), a Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Enéas Marques apresentou um conjunto de propostas para utilização dos recursos economizados pelo legislativo. O valor de R$ 470 mil do fundo próprio mantido pela Câmara deverá ser investido na aquisição de equipamentos e na execução de obras.

Na última semana o presidente Adão Biancatti (PMDB), coordenou uma reunião com a participação dos vereadores Italvino Geremia (PDT), Luci Menin (PMDB), Laudino Balbinot (PMDB), Paulo Câmera (PSC), Pedro Menegat (PPS), Alaércio Dalbelo (PSDB), Augustinho Berlato (PP) e Gilmar Geremia (PSDB). Na ocasião, os vereadores apresentaram uma proposta para que o executivo possa utilizar os recursos, sendo ainda elaborado o documento, cujo prefeito Maikon Parzianello (PSDB) e o vice prefeito Pedro Izidio (PV) devem disponibilizar a contrapartida da prefeitura para execução de cada investimento.

O documento traz listadas as seguintes sugestões:

Proposta 1: Implantação de um sistema de abastecimento de água completo abrangendo parte das comunidades de Alto Pinhal, Cristo Rei e Pinhalzinho. Investimento R$ 300 mil reais, beneficiando mais de 70 famílias.

Proposta 2: Aquisição de massa asfáltica pré-misturada a frio – PMF para a execução de tapa-buraco no calçamento da Linha Mata Fome, braço esquerdo. Investimento R$ 100 mil reais.

Proposta 3: Aquisição de cinco conjuntos de equipamentos para academia ao ar livre, cada conjunto contendo multi-exercitador com seis funções, simulador de cavalgada-duplo, esqui-duplo, pressão de pernas-duplo e surf-duplo, que deverão ser instalados um para cada grupo de idosos no interior do município, com investimento de R$ 70 mil reais.

Proposta 4: Aquisição de massa asfáltica pré-misturada a frio-PMF para a execução de tapa-buraco nos calçamentos do Rio Vitória, Rio Gamela e Rio Bocó, Pinhalzinho, Aparecida D’Oeste e Bela União. Investimento de R$ 150 mil reais, como contrapartida da prefeitura para execução destas obras.

No total serão investidos R$ 620 mil reais nestes projetos. Nos próximos dias a prefeitura deverá iniciar os processos licitatórios e posteriormente a Câmara irá repassar os recursos, inclusive com o acompanhamento de uma comissão do na execução das obras e instalações.

Adão Biancatti informou que a Câmara já repassou ao executivo em 2013, um valor de R$ 223.205,91 que foi usado na compra de um caminhão prancha e em obras de melhorias da Capela Mortuária. Em 2015, mais R$ 180.000,00 foram investidos na aquisição de uma máquina escavadeira hidráulica, e nesta semana foram disponibilizados mais R$ 84.000,00 para que a prefeitura faça a compra desta máquina. “Somente nestes quatro anos a Câmara está repassando aproximadamente um milhão de reais para obras e investimentos com benefícios diretos a população, ” disse.

Segundo o presidente, a sobra de recursos é resultado do cuidado em bem administrar o legislativo. Desde a gestão de Luci Menin (PMDB), foi gasto somente o necessário para a manutenção das atividades da Câmara. “Essa forma responsável de administrar os recursos é que permite a execução de tantos serviços e equipamentos que estão servindo a nossa população e que vão trazer muitas melhorias em diversos setores do município”, declarou.

Fotos: Assessoria de imprensa