Sai do quarto para ouvir rádio e o raio caiu no loca, disse o eletricista Osvaldo Aracinco. Foto: reprodução TV Sudoeste
  • Compartilhe no Facebook

Sai do quarto para ouvir rádio e o raio caiu no loca, disse o eletricista Osvaldo Aracinco. Foto: reprodução TV Sudoeste

Um caso registrado na manhã desta segunda-feira (25) em Pato Branco chamou a atenção. Por questão de minutos, um homem não foi atingido por um raio. O registro foi na casa de O eletricista Osvaldo Aracinco, no Bairro Bonato.

O morador conta que o fenômeno climático foi registrado por volta das 07 horas. Minutos após ter acordado, resolveu levantar para ouvir rádio. Assim que deixou o quarto, um raio atingiu o local, atingindo também sua cama. Osvaldo conta que saiu ileso por vontade de Deus.

Em entrevista ao jornalista Edson Honaiser, da Rádio Celinauta AM, o homem relatou como aconteceu o fato. “Eu nunca tinha visto uma situação assim, eu saí do meu quarto e fui no outro quarto para escutar a previsão do tempo na Rádio Celinauta e bem naquela hora deu um estouro. Segundo os vizinhos saiu um “fumacerão” da minha casa e eu levantei bem atordoado, mas graças a Deus está tudo bem. Abriu um buraco na cobertura e na forração, acertando bem a cama que eu estava, mas ainda bem que eu tinha saído, foi apenas os danos materiais, mas isso a gente conserta tudo”, contou.

Incidência de raios

No Brasil, segundo dados de uma pesquisa do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), de São José dos Campos (SP), 3,15 bilhões de raios atingem a Terra e seus habitantes durante um ano. Desses, 100 milhões são registrados em terras brasileiras. O número não é superado por nenhum outro país. Também é preocupante o número de mortes que eles causam.  Somente no Brasil, cem pessoas morrem todos os anos atingidos por raios.

Na região Sudoeste do Paraná, o fenômeno é bastante comum. Além de estragos, já ocasionou a morte de pessoas e animais. O fato mais recente aconteceu no segundo semestre de 2015 em Flor da Serra do Sul. Um rapaz morreu no interior do município depois de ser atingido por uma descarga elétrica enquanto navegava na internet, através de um notebook.

Fotos: Reprodução TV Sudoeste