• Compartilhe no Facebook

Foto reprodução facebook

Deverá ser liberado nas próximas horas o corpo da médica cubana, Alibet Chaves Cabreira, 39, morta na terça-feira (15) em acidente na PR 449. Outras duas pessoas morreram no capotamento de uma ambulância que transportava paciente até hospital na cidade de Palmas, sul do Paraná.

O corpo de Alibet, que atuava no Programa Mais Médico no município vizinho de Coronel Domingos Soares, continua no IML – Instituído Médico Legal, na cidade de Pato Branco.

A Organização Panamericana de Saúde (OPAS), após a liberação do corpo, fará o translado até São Paulo. De lá, embalsamado será autorizado pelo governo brasileiro a seguir para Cuba.

Alibet estava há pouco mais de um ano na região Sudoeste do Paraná e deixou um filho de sete anos em território Cubano. Conforme amigos restavam poucos dias para a conclusão da documentação que permitiria ao menor vir residir com a mãe em território brasileiro.

Além da médica cubana, morreu no acidente o motorista Josué Ferreira, 49, e o paciente João Carlos Miranda Paes, 66. Adriana Pinto, 25, Leonilda de Souza Valente, 39, e Maria Silvana de Oliveira Duarte Costa, 43, que também estavam no carro foram socorridas com vida, encaminhadas a casa hospitalar pelo Samu e passam bem.

leia mais:

Ambulância de Coronel Domingos Soares cai em açude e três pessoas morrem

Prefeito decreta Luto oficial de três dias em Coronel Domingos Soares