Líderes empresariais e do setor público e representantes do Sistema S, instituições de Ensino Superior e das governanças do projeto Fronteiras Cooperativas e do Plano de Desenvolvimento Regional Integrado do Sudoeste (PDRI), entre outros, participaram na terça-feira, dia 29, da primeira atividade do programa Conexão Liderança. Idealizado pelo Sebrae/PR, o programa está acontecendo nas seis regionais do Estado. Na região Sudoeste, o workshop “Cenários: uma visão  global para uma ação local” representou efetivamente o início dos trabalhos do projeto, lançado no dia 15 de março em Francisco Beltrão e com término previsto para setembro deste ano.

O gerente da unidade de Gestão Estratégica do Sebrae/PR, Fabio Hideki Ono, direcionou as atividades em dois períodos no auditório da regional em Pato Branco. Ele explica que a proposta do Conexão Liderança está relacionada com duas das seis linhas estratégicas do Sebrae/PR – Liderança e Ambiente de Negócios.

“A proposta desse módulo, que aborda o cenário global, é discutir o papel do líder e os grandes desafios do mundo, em termos de desenvolvimento sustentável e conceitos de competitividade. Da visão global, essas lideranças poderão pensar como podem agir em seus territórios”, detalha Ono.

De acordo com o gerente, para contribuir com as lideranças, o Sebrae/PR apresentou “uma série de informações de caracterização do sudoeste do Paraná. É sobre esses conhecimentos que eles vão trabalhar. A partir do entendimento de quais são os problemas do ambiente de negócios, e quais são as causas deles, fica, sob nosso ponto de vista, muito mais fácil propor soluções de melhoria no ambiente”, observa.

O consultor do Sebrae/PR e gestor de Projetos na regional Sudoeste, Nézio José da Silva, revela que o Conexão Liderança aproveita o planejamento do PDRI para favorecer a inserção de micro e pequenos negócios na região. “O Conexão Liderança vai incentivar os líderes a produzir três ou quatro projetos que visem a melhoria do ambiente de negócios. É uma ação estratégica, pois praticamente 98% das empresas da nossa região enquadram-se como micro ou pequenos negócios e são geradoras de empregos e renda, fortalecendo o tecido econômico e social da região”, salienta Nézio.

Lideranças regionais reunidas em Pato Branco. Foto de divulgação
  • Compartilhe no Facebook

Lideranças regionais reunidas em Pato Branco. Foto de divulgação

Compartilhar conhecimentos

O argentino Jorge Segundo Feldman, vice-presidente da governança do projeto Fronteiras Cooperativas – que reúne os municípios de Barracão (sudoeste do Paraná), Dionísio Cerqueira (oeste de Santa Catarina) e Bernardo de Irigoyen (província de Misiones, Argentina), participou do workshop em Pato Branco.

Para ele, o Conexão Liderança permite “ter acesso aos conhecimentos que todos os participantes estão compartilhando e também passar nossas experiências àqueles que precisam de ajuda ou têm um problema semelhante. Podem surgir soluções para a administração dos municípios ou em nível empresarial”, vislumbra Feldman.

Visão semelhante tem o presidente da Associação Comercial e Industrial de Palmas (Acipa), Daniel Ricardo Langaro. “As lideranças têm que trabalhar em conjunto, com o Sebrae/PR indicando caminhos para que possamos buscar o desenvolvimento da região e dos municípios. No PDRI, sentimos que é necessário ter um projeto pensando no futuro de Palmas, mas integrado ao plano de desenvolvimento regional. Algumas características de cada cidade devem ser respeitadas, no entanto outras podem ser integradas”, analisa Langaro.

A próxima etapa do Conexão Liderança no Sudoeste está marcada para o dia 19 de abril, em Francisco Beltrão, com o workshop “A realidade em foco: mudança com sustentabilidade;  Conceitos de Desenvolvimento Territorial adotados no PDRI e nas cadeias produtivas locais”.

O projeto

Pessoas mais protagonistas e proativas, que assumam para si a responsabilidade de criar um Paraná melhor. Com este propósito, a linha estratégica de Liderança do Sebrae/PR criou o programa Conexão Liderança, cujo foco é capacitar líderes públicos e privados para a construção de projetos que resultem em impactos positivos no ambiente de negócios da micro e pequena empresa no Estado.

Até o final do ano, líderes convidados pelo Sebrae/PR nas seis regionais de atuação da entidade participam, mensalmente, de cursos, palestras, orientações e encontros para a construção e implantação de projetos que visem a melhoria do ambiente de negócios. A criação de redes de contato produtivas e aquisição de conhecimentos sobre o exercício da liderança também estão na pauta do programa.