Lucas, Josimar, Gerusa, Alex, Adriana, Maria Carolina, Fabiana, Marcelo, Luciana Nobre, Giceli e Luciana. Foto: Darce Almeida
  • Compartilhe no Facebook

Lucas, Josimar, Gerusa, Alex, Adriana, Maria Carolina, Fabiana, Marcelo, Luciana Nobre, Giceli e Luciana. Foto: Darce Almeida

Na Casa da Indústria, localizada no Bairro Alvorada, em Francisco Beltrão, integrantes do Conselho do Jovem Empresário (Conjefb), da Associação Empresarial (Acefb), se reuniram na manhã desta quinta-feira, 12, para um bate papo sobre as ações do Observatório Social em 2016. O Observatório tem como missão “atuar na melhoria da gestão pública e na aplicação dos recursos financeiros, estimulando a participação da sociedade civil em favor da transparência.”

Marcelo de Campos, presidente do Observatório em Beltrão apresentou para os novos integrantes do Conjefb o que é e como funciona na prática este órgão junto à Administração Municipal e Câmara de Vereadores. “Nosso papel é atuar de forma transparente no acompanhamento das contas públicas do Município, agindo fortemente nas licitações de produtos da prefeitura até a entrega ou instalação dos mesmos”, destaca Marcelo. No Brasil há 106 cidades em 19 estados que possuem uma unidade do Observatório Social em funcionamento.

Participar das sessões ordinárias

Um consenso no grupo foi a participação mais frequente dos jovens empresários nas sessões ordinárias da Câmara de Vereadores, realizadas às segundas e terças-feiras, às 14 horas. Na última segunda-feira de cada mês, acontece a sessão itinerante nos bairros e comunidades do Município, geralmente às 19h30.  “Quer saber mais sobre o que acontece em Beltrão, sugiro participar das reuniões da Câmara”, convida Marcelo.

E até o fim deste mês de maio, o Observatório Social apresentará o primeiro relatório quadrimestral de prestação de contas de 2016. “No último relatório apresentado em fevereiro, o valor máximo dos editais de licitação apresentados no período de setembro a dezembro de 2015 pela prefeitura e Câmara de Vereadores foi de R$ 40.504.033,60, cujo valor licitado neste mesmo período foi R$ 35.176.406,68. Ou seja, houve redução de R$ 5.327.626,92.”, informa o presidente.

Empresário Sombra por um dia e Feirão do Imposto são outras das ações que o Conjefb desenvolve ao longo do ano em parceria com a prefeitura municipal e entidades privadas de Beltrão.