Apesar da crise que afeta a suinocultura nacional, a Associação Municipal de Suinocultores de Itapejara D’ Oeste vai realizar a tradicional festa do Leitão Maturado. O evento gastronômico, que chega a sua 13ª edição e tem apoio da administração municipal e do Rotary Club, será realizado no Centro Municipal de Eventos de Itapejara D’ Oeste, no dia 1º de maio. Esse ano, apesar da grande procura, o número de leitões foi reduzido de 380 para 250.

Conforme o presidente da Associação Municipal de Suinocultores, Atílio Venturini, a redução tem por objetivo atender melhor as milhares de pessoas que participam da festa. “Decidimos diminuir para poder atender bem as pessoas que vem pra cá todos os anos. Colocamos 200 leitões a venda e, se for necessário, vamos disponibilizar mais uns 50, assim todo mundo sai satisfeito”, declarou.

Cada leitão é comercializado ao custo de R$ 750,00. O valor parece alto mas, de acordo com Venturini, cada leitão é suficiente para alimentar cerca de 30 pessoas. Além do assado, são disponibilizados acompanhamentos e para quem tiver interesse terá até Chopp, disse o presidente durante o lançamento da festa na noite desta quinta-feira (31).

Ari Klein, presidente do Rotary Club de Itapejara D’Oeste, destacou a importância da festa para a entidade. Segundo ele, graças aos recursos obtidos anualmente o Rotary consegue desenvolver programas sociais, bem como manter o banco ortopédico na cidade. Klein agradeceu mais uma vez a associação pela parceria e confiança e disse que a família rotaria está bastante entusiasmada com a festa.

Presente no evento de lançamento, o prefeito Eleandro Picheti (PDT) fez questão de enaltecer o trabalhos das entidades envolvidas e dos patrocinadores, pois segundo ele o município é reconhecido nacionalmente por conta da festa. Picheti aproveitou ainda para anunciar que algumas melhorias estão sendo feitas no Centro de Eventos, inclusive o asfaltamento de ruas para facilitar o acesso.

A festa do Leitão Maturado de Itapejara D’ Oeste é um dos maiores eventos nacionais do setor e o maior do Paraná nesse formato coletivo. Foi o que afirmou na oportunidade o suinocultor e presidente da Associação Paranaense de Suinocultores, Jacir Dariva, que também já ocupou a presidência da entidade municipal. Para ele, o envolvimento das entidades e da prefeitura é de fundamental importância para a realização e o sucesso da festa, que atrai milhares de pessoas de toda região à Itapejara D’ Oeste. “A festa só dá certo por que todos se envolvem e dedicam seu tempo e trabalho pelo bem comum. É graças a festa que a associação consegue auxiliar os sócios com equipamentos e assistência”, declarou. Dariva fez ainda questão de enfatizar o papel dos patrocinadores e, nesse ano, da Fadep – Faculdade de Pato Branco, que ficou responsável pela preparação das saladas através das acadêmicas do curso de nutrição.

Fotos: Evandro Artuzi/RBJ