A Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) aprovou nesta quarta-feira (21) de forma progressiva, o aumento salarial dos servidores estaduais.

O índice total do reajuste é de 5,08%, com a aplicação de uma parcela de 2% em janeiro de 2020 e mais duas parcelas, de 1,5% cada, em janeiro de 2021 e em janeiro de 2022. O projeto repõe a inflação dos últimos doze meses. O impacto total sobre a folha do Executivo será de mais de R$ 2 bilhões de reais.

O reajuste de 2% no ano de 2020 vai representar um aumento de R$ 400 milhões na folha de pagamento do Executivo.

São R$ 15 milhões a mais do que o projetado no texto anterior. Uma das principais questões em discussão era com relação à data-base do funcionalismo.

No texto final foi incluída a menção que diz que a revisão geral anual vai ser implantada “parcialmente” pelo governo do Estado. Segundo o deputado líder do Governo,  Hussein Bakri (PSD), essa indicação de que o reajuste é feito de forma parcial permite novas negociações com os servidores no futuro.

O acordo para reposição salarial inclui ainda o reajuste no auxílio-alimentação, no vale-transporte e no salário mínimo regional.

A proposta ainda precisa passar por mais uma votação na Alep, a de redação final antes de seguir para a sanção do governador Ratinho Junior.

Assessoria