Arma usado no crime, uma espingarda calibre 16, foi encontrada as margens da PR-180. Foto: Divulgação da Polícia Civil
  • Compartilhe no Facebook

Arma usado no crime, uma espingarda calibre 16, foi encontrada as margens da PR-180. Foto: Divulgação da Polícia Civil

A Polícia Civil de Marmeleiro, no sudoeste do Estado, elucidou nesta segunda-feira (09) o homicídio registrado na comunidade de Linha Esperança, interior de Renascença, no dia 06 de maio em que foi vítima André Ferron, 27 anos, morto com um tiro de espingarda.

O acusado, Altair Castanha de Almeida, se apresentou ao delegado Marcos Maurício Pestana e confessou o crime. Na ocasião, também levou a polícia até o local onde havia deixado a arma escondida após o crime, uma espingarda calibre 16. A arma foi apreendida e será encaminhada à perícia da Criminalística.

Altair foi indiciado pelo crime de homicídio e vai responder o processo em liberdade, pelo menos por enquanto.

 

Notícias relacionadas ao crime:

Homem é morto no interior de Renascença

Em Renascença, incêndio destrói casa de homem acusado de homicídio