A Polícia Rodoviária Estadual encerrou ao meio desta segunda-feira (25) a Operação Tiradentes 2016. No Sudoeste, área de abrangência da Sexta Companhia, o número de acidentes teve um acréscimo de 33,33% se comparado com igual período de 2015.

No no passado foram registrados 12 acidentes contra 16 nesse ano. O número de óbito cresceu 100%. Em 2015 uma pessoa morreu nas estradas estaduais da região e nesse ano foram constatadas duas mortes no local, fora os registros posteriores que não entram na estatística. O número de feridos também aumentou consideravelmente esse ano. Foram 26 feridos contra 11 em 2015, um aumento de 136,36 %.

Carro envolvido em acidente na PR-493, onde morreram três pessoas. Foto: Arquivo RBJ
  • Compartilhe no Facebook

Carro envolvido em acidente na PR-493, onde morreram três pessoas. Foto: Arquivo RBJ

Também durante a operação, a Polícia Rodoviária Estadual captou, por meio do radar fotográfico, 584 imagens de veículos excedendo a velocidade. No ano passado foram captadas 192 imagens, ou seja, o desrespeito dos motoristas teve um aumento de 204,17% esse ano. Além disso, foram feitos 28 testes com o bafômetro e aplicadas 142 notificações pela prática de outras irregularidades de trânsito.

O aumento de flagrantes de abuso de velocidade explica o crescimento do número de acidentes com mortes e feridos nas rodovias da região. A operação foi encerrada, mas o comando da Sexta Companhia alerta que a fiscalização terá continuidade na região, principalmente com utilização do radar fotográfico.

O Comandante, Tenente José Batista dos Santos, afirma que a Polícia Rodoviária trabalha para preservar vidas, por isso todas as atividades voltadas a segurança dos usuários das rodovias do Sudoeste terão continuidade normalmente, mesmo não tendo nenhuma operação especifica determinada pelo comando do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual.