VIII Festibom será realizado no Centro Social Padre Aldacir José Carniel. Foto de divulgação
  • Compartilhe no Facebook

VIII Festibom será realizado no Centro Social Padre Aldacir José Carniel. Foto de divulgação

A oitava edição do Festibom (Festival Bom-Sucessense-do-Sul de Interpretação da Canção) começa nesta quinta-feira (21) a partir das 21h no Centro Social Padre Aldacir José Carniel com recorde de inscritos. Foram confirmados 140 candidatos, um acréscimo de 40% se comparado a última edição realizada em 2014, com 100 inscritos. Nesta edição participam cantores dos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e alguns até de São Paulo.

A maior disputa pelos primeiros prêmios será na categoria sertaneja com 88 inscrições efetivadas. E é justamente essa a categoria que abre o Festibom nesta quinta-feira, de onde saem os 10 melhores interpretes para a final do sábado. Já na sexta-feira (22) foram confirmadas 52 inscrições na categoria popular, e apenas 10 vão para a final.

Ingressos

A expectativa para público também aumentou e de acordo com a organização são esperadas mais de 3 mil pessoas para as três noites. Espaço não será problema, já que o novo Centro Social, concluído em 2013 tem capacidade para 2.500 pessoas. Na primeira noite o valor do ingresso será de R$ 10,00 (eliminatória sertaneja), a segunda noite será livre (eliminatória popular) e no sábado da final com baile o ingresso é de R$ 20,00. As apresentações iniciam por volta das 21h na quinta e na sexta, e no sábado 21h30.

Otimismo

A diretora de Administração e coordenadora do VIII Festibom Marli Munaretto acredita que o crescimento do festival reforça a seriedade e o compromisso da organização. “Estamos felizes e animados para mais uma edição do Festibom que teve no número de inscritos uma grata surpresa. Acredito que a grande participação é resultado da confiança e da seriedade com que o festival é realizado”, comentou Marli.

Para o prefeito Antonio Celso Pilonetto o aumento de participantes também se deve a estrutura e premiação. “Acredito que a boa imagem que o festival conquistou se deve por vários fatores, e entre eles a premiação, local amplo e bem decorado, credibilidade nos jurados e uma organização que nunca deixou acontecer nenhum incidente. Vejo como um orgulho para os munícipes e para a comunidade regional a realização de um festival de tamanha abrangência e conceito”, frisou Pilonetto.

Premiação

Marli Munaretto, coordenadora do festival. Foto: Arquivo RBJ
  • Compartilhe no Facebook

Marli Munaretto, coordenadora do festival. Foto: Arquivo RBJ

Ao todo serão entregues mais de R$ 25.000,00 entre dinheiro e troféus, beneficiando 20 interpretes. Para ser ter uma idéia o primeiro lugar na categoria sertaneja leva para casa R$ 3.300,00 e o primeiro na categoria popular leva R$ 2.400,00, mais troféu. As três noites serão animadas pela Banda Zatter.

A diretora de administração da prefeitura de Bom Sucesso do Sul, Marli Munaretto, que também responde pela organização do festival, comentou em entrevista à Rádio Onda Sul FM na manhã desta quarta-feira (20) sobre a expectativa para o evento.  Segundo ela, além de promover o entretenimento às famílias, o festival também movimenta a economia do município, com a vinda de interpretes e seus familiares.

 

Ouça no link abaixo, na íntegra, a entrevista ……