A região de Palmas tem se mostrado um grande campo de descobertas arqueológicas. O registro mais recente foi o de dois sítios arqueológicos, localizados próximo à ponte do Rio Chopim, na PR-449, entre Palmas e Coronel Domingos Soares, descobertos durante estudos associados ao licenciamento de uma Pequena Central Hidrelétrica.

  • Compartilhe no Facebook

Exemplar de material encontrado durante a pesquisa. (Fotos: Espaço Arqueologia)

De acordo com os pesquisadores, da empresa Espaço Arqueologia, a paisagem local é caracterizada por colinas com suaves ondulações, terraços fluviais e áreas de relevo com declividade mais acentuada.

Enquanto a vegetação que recobre grande parte do solo é composto por mata ciliar, cobertura vegetal que acompanha o rio e tem a importante função de conservar e evitar a erosão do solo.

No local são encontradas rochas como basalto, apresentada no local em farta quantidade, arenito silicificado, o quartzito e a calcedônia, os quais possuem em sua constituição física elementos que os tornam matéria-prima com propriedades que favoreciam o talhe e a elaboração de artefatos líticos, especificamente, materiais cortantes, por grupos humanos que habitaram a região no passado.

Há algumas semanas, nessa mesma região, durante estudo de influência da PCH Rancho Grande, os pesquisadores identificaram dois sítios arqueológicos pré-coloniais compostos por material lítico e cerâmico, confirmando o alto potencial arqueológico da região dos Campos de Palmas. Segundo a empresa, nos últimos cinco anos foram mapeados mais de 40 sítios nesta região.

+ Estudo arqueológico realiza descoberta inédita na região de Palmas

As próximas ações deverão ocorrer somente após as orientações do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), onde a pesquisa poderá entrar em uma nova etapa em busca de entender um pouco mais sobre os grupos humanos do passado que ocuparam a região, por meio dos estudos a serem realizados sobre o contexto arqueológico destes sítios.