Os acervos da biblioteca central e das oito unidades instaladas das escolas da rede municipal de Palmas, sul do Paraná, passarão a ser gerenciados através do programa “Palmasteca”, que reúne informações das obras literárias, leitores e controla as reservas. O programa, criado pela equipe da Divisão de Informática da Prefeitura de Palmas, foi apresentado aos diretores das escolas e para a secretária de Educação, Professora Joseana Nicolaou.

Conforme o analista de sistema da Prefeitura, Waldecir Detoni, a intenção é garantir um controle mais efetivo dos empréstimos e devoluções das obras e maior agilidade na localização dos materiais. O novo sistema possibilita ainda a impressão da carteirinha no próprio estabelecimento de ensino.

Inicialmente o Programa será implantado de forma experimental em duas unidades e, após a integração de toda a rede municipal, o  poderá também integrar as bibliotecas nas escolas estaduais em funcionamento no município. Conforme Joseana Nicolaou, o novo sistema é uma conquista que vai melhorar as condições de trabalho e de acesso dos leitores às obras. Também destacou fato que o sistema foi desenvolvido pelos profissionais da Divisão de Informática do município.