O Circuito Cultural, iniciativa do Sesi Cultura Paraná, promove o  espetáculo “Não Vejo Moscou da Janela do Meu Quarto” por 13 cidades do interior do estado de 6 a 30 de agosto. A peça, vencedora do Prêmio Shell 2014, realiza uma fusão entre o universo dramático de Anton Tchekhov e o surrealismo literário de Julio Cortázar.

É combinando elementos da peça “As Três Irmãs”, do dramaturgo russo Anton Tchekhov, e do conto “Casa Tomada”, do escritor argentino Julio Cortázar, que o grupo Lasnoias & Cias coloca em cena o espetáculo “Não Vejo Moscou da Janela do Meu Quarto”.

No palco, os personagens Macha, Irina e Andrei vivem o cotidiano confinados em uma casa que, aos poucos, vai sendo invadida por algo ou alguém que não se revela. Em paralelo, anseiam por uma viagem a Moscou – cidade presente na memória afetiva deles e um lugar cada vez mais distante.

O processo de isolamento expõe as relações sensíveis que unem as personagens entre si com o passado e o “lá fora” obscuro – provocando um deslocamento da ação para um registro de irrealidade, humor e suspensão poética. Em cena, esse isolamento ocorre na medida em que atores e cenários percorrem o espaço do palco, de onde vão sendo gradualmente expulsos.

No projeto Circuito Cultural, a montagem vai passar pelas cidades de  Cascavel (6/8),  Palotina (7/8),  Foz do Iguaçu (8/8),  Medianeira  (9/8),  Mercedes (10/8), Ampére (13/8), Francisco Beltrão (14/8), Pato Branco (15/8), Palmas  (16/8), Guarapuava (27/8), União da Vitória (28/8), São Mateus do Sul (29/8) e  Rio Negro (30/8). Em todos os shows, os ingressos são solidários e podem ser trocados por 1kg de alimento não perecível uma hora antes do espatáculo. Vale ressaltar que todos os espaços estão sujeitos à lotação.

Em Francisco Beltrão o espetáculo é nesta quarta-feira, 14 de agosto, no Espaço da Arte às 20h. A duração prevista da peça é 65 minutos.

O ingresso solidário é 1kg de alimento não perecível e poderão ser adquiridos na bilheteria dos espaços, no dia da ação, uma hora antes do espetáculo (espaços sujeitos a lotação).

“Não Vejo Moscou da Janela do Meu Quarto” recebeu o Prêmio Shell 2014 pela direção de Silvana Garcia e pela iluminação de Beto Bruel. Além de temporadas no Brasil, nos últimos anos o espetáculo tem circulado pela América Latina, tendo sido apresentado em importantes festivais no Peru e na Colômbia.

Mais informações:
www.sesipr.com.br/cultura /

www.facebook.com/sesiculturapr

 

Confira a matéria na íntegra: