O município de Palmas, Sul do Paraná, sediou uma ampla programação nas áreas de educação e cultura nesta semana. A Biblioteca Municipal recebeu nesta quinta-feira (22), o escritor curitibano Marcelo Sandmann, que durante a manhã conversou, contou parte da sua história na literatura e debateu com professores e estudantes temas como o perfil do leitor brasileiro, desafios para a formação de leitores e o futuro do mercado literário. A atividade faz parte do “Mês da Leitura”, promovido pela Secretaria de Estado da Cultura, Biblioteca Pública do Paraná e divisão de Cultura do município.

O escritor destacou que o objetivo do projeto é fazer uma troca de experiências literárias entre autores e leitores, além da possibilidade de levar ao conhecimento do público novos trabalhos, novas vivências e fazer com que o escritor conheça as questões que passam pelo pensamento do leitor, suas ansiedades, seus problemas e suas realizações, levando a uma integração ainda maior, fazendo com que a relação escritor e leitor vá além do livro.

Sandmann é poeta, compositor e professor de literatura portuguesa na Universidade Federal do Paraná. Dentre suas obras estão Lírico Renitente (2000, 2ª ed. 2012), Criptógrafo Amador (2006), Na Franja dos Dias (2012) e A Fio (2014). Como compositor, lançou os CDs Cantos da Palavra (1998); No Silêncio da Canção (2014), em colaboração com o grupo ZiriGdansk; e Conselho do Bom (2014), em parceria com Cláudio Menandro e Benito Rodriguez. Organizou e publicou o livro de ensaios A pau a pedra a fogo a pique: dez estudos sobre a obra de Paulo Leminski (2010).

No inicio da semana, o Instituto Federal do Paraná realizou a 6ª Mostra Contextos e Conceitos, com mais de 150 trabalhos produzidos por acadêmicos do Campus Palmas sendo apresentados. Na noite de quarta-feira (21), o Centro Cultural Dom Agostinho foi palco da peça “Para Ler aos Trinta”, no último espetáculo do Circuito Cultural SESI, neste ano.