O Brasil vive um período de isolamento social para evitar a propagação do novo coronavírus. Os riscos de contrair a covid-19 diminuem, mas, para muitas mulheres, isso significa o aumento das agressões por parte de seus companheiros.

A reportagem da rádio Onda Sul conversou com a delegada Emanuelle Baggio, e ao contrário do que vem acontecendo em várias cidades do país, a comarca de Francisco Beltrão aponta uma pequena redução nos casos de violência.

Segunda a delegada, por mais que seja pequena, a ponto de não mudar as estatísticas, qualquer diminuição é significativa mediante a situação que se encontra o país. Apesar da delegacia estar fechada para atendimento presencial, Dra. Emanuelle salienta que as mulheres não estão desamparadas, caso sofram algum tipo de violência.

“Como o atendimento é somente de urgência e emergência, se a vítima tiver necessidade  de contato com a gente, ela pode telefonar nos telefones da Delegacia da Mulher, até para evitar um deslocamento, assim faremos a orientação necessária”.

Ouça na íntegra, a entrevista detalhada com os números de telefones para denúncias e orientações: