A prefeitura de Abelardo Luz, Oeste de Santa Catarina, decretou situação de emergência por conta da estiagem que atinge o município nos últimos meses.

Conforme o documento, a decisão se baseia na falta de chuvas regulares desde o mês de abril, o que tem comprometido o nível dos reservatórios do município e sua capacidade de distribuição.

A partir do decreto, será implementado o Plano Emergencial de Resposta a Desastres, adaptado à situação enfrentada pela população neste momento.

O decreto proíbe a utilização de água fornecida pela Casan (Companhia Catarinense de Águas e Saneamento) para o abastecimento de piscinas, lavagem de veículos, imóveis e calçadas, até que a situação volte ao normal.

Os estabelecimentos industriais, comerciais e residenciais deverão restringir o uso de água ao mínimo possível para o desempenho de atividades consideradas essenciais. O decreto tem vigência pelo período de 180 dias.

Foto: Vanderlei Luiz Tres